Avanços na Integração Educacional

Estudantes e profissionais de diversos cursos de graduação a partir de agora contam com seus títulos universitários credenciados nos países do Mercosul e Estados Associados participantes do Acordo de Credenciamento.

A decisão foi tomada pelos Ministros da Educação do bloco, em reunião durante a então Presidência Pro Tempore Brasileira, onde aprovaram o credenciamento de 26 cursos universitários de graduação, com destaque para os cursos de Arquitetura e Odontologia de diferentes universidades do Mercosul, Colômbia e Chile.

O credenciamento dos cursos é resultado de um rigoroso processo de avaliação, realizado pelas instâncias técnicas de educação do bloco. Nesse processo, certifica-se a qualidade acadêmica, buscando garantir que os cursos satisfaçam o perfil do egresso e os critérios de qualidade previamente aprovados em nível regional para cada título universitário.

Através do credenciamento, os Estados reconhecem mutualmente a qualidade acadêmica dos diplomas de graduação outorgados por instituições universitárias. Embora não garanta o direito ao exercício da profissão nos demais países, trata-se de um importante avanço para a integração educacional e para os cidadãos do Mercosul.

Com este reconhecimento, um estudante ou graduado em Medicina na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMG), por exemplo, poderá realizar mais facilmente os trâmites de revalidação de títulos, caso deseje residir em outro país participante do acordo. Além disso, terá mais facilidade para participar de programas de mobilidade estudantil e docente, bolsas de estudos, entre outros benefícios.

Para conhecer os cursos universitários credenciados, acesse este link.

Fonte: UCIM

2018-10-10T12:28:56+00:0008 de Janeiro de 2018|Educação|

Pesquisa de Satisfação

Esta pesquisa não levará mais de 3 minutos e servirá para melhorar a página eletrônica MERCOSUL!
Eu quero participar
Obrigado pela sua contribuição!
close-link
Pesquisa