Presidência Pro Tempore Paraguaia

O Ministro Substituto de Relações Exteriores, Embaixador Luis Fernando Avalos, deu abertura no Salão de Atos do Palácio Benigno López, sede da Chancelaria Nacional do Paraguai, à Reunião Interinstitucional de Coordenação do Foro de Consulta e Concertação Política (FCCP), no âmbito das atividades que desenvolve a Presidência Pro Tempore Paraguaia do Mercosul.

“Para mim é um prazer realizar a abertura desta reunião que tem fins de organização e de coordenação da parte de nossa Presidência Pro Tempore do Mercosul (PPT), no que se refere ao Foro de Consulta e Concertação Política, que abrange todas as áreas sociais, políticas econômicas em nossa administração pública”, expressou o Embaixador Avalos durante a ocasião.

Afirmou que se trata de um início de tarefas muito importante. “Este é um braço muito significativo do bloco regional que tem crescido bastante, abarcando todos os aspectos da nossa administração pública que tenha relação com questões de políticas sociais. Assim, encorajo cada um dos presentes e as instituições que representam, a colaborar para que esta PPT, e em particular este importante setor do Mercosul, possa ter a efetividade e o destaque que merece nosso país no exercício da Presidência”.

Pontuou também que, na área econômica, está concentrado nas negociações entre o Mercosul e a União Europeia, “que corresponde a um dos aspectos mais importantes de nosso relacionamento externo. Assim também neste setor político é necessário continuar com muito esforço, compromisso e dedicação”, indicou.

Mais adiante, destacou que no despertar das atividades desta nova reorientação do Mercosul o bloco está se recuperando da debilidade que afetou a raiz dos acontecimentos envolvendo a crise na Venezuela, uma crise já administrada, embora ainda não concluída, e que muito teve a ver com o Paraguai.

“A tarefa da Chancelaria paraguaia, especialmente para estabelecer a forma como o Mercosul poderia recuperar sua imagem e a liderança como bloco da sub-região, se deu em grande parte graças a posições firmes e impopulares da Chancelaria”, enfatizou.

“Felizmente, hoje estamos em um processo de franca recuperação e normalização, graças à postura do Paraguai, e esta PPT, que recebemos após a PPT exercida por Brasil, necessita ser definitivamente confirmada, e dentro deste cenário, o Foro de Consulta e Concertação Política demostra que também acompanha esse processo”, concluiu.

Fonte: MRE – Paraguai.

2018-10-10T15:34:26+00:0024 de Janeiro de 2018|Presidência paraguaia, Reuniões|

Pesquisa de Satisfação

Esta pesquisa não levará mais de 3 minutos e servirá para melhorar a página eletrônica MERCOSUL!
Eu quero participar
Obrigado pela sua contribuição!
close-link
Pesquisa